ATENDIMENTO

line

 
 
line

COLUNA

zakcol

MAPREM ZAKI

Terapeuta

Formada pela Escola Tradicional Ayurvedic Yoga Massagem Pune India de Kusum modak...
botao

 

line

PARCEIROS

Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Codependência
 

O Pura Luz Yoga oferece tratamento e acompanhamento da dependência e codependência emocional. O método utilizado é a TDP - Terapia Dinâmica Progressiva. O trabalho, criado e desenvolvido por Maprem Zaki, tem como base a ciência Ayurvédica e compreende o entendimento da criança emocional. A leitura do corpo e da mente, terapias de respiração, entre outras ferramentas, são utilizadas para o tratamento da síndrome e têm trazido resultados muito satisfatórios.




Ainda há muita desinformação sobre o que é codependência e as dificuldades que essa síndrome emocional causa nas pessoas que estão sempre em busca, muitas vezes de forma perversa e auto-destrutiva, de preencher o terrível vazio emocional das suas vidas.

É muito comum ligar a codependência às famílias que têm dependentes de álcool ou drogas, o que dificulta muitas vezes o diagnóstico e o tratamento, já que a codependência não se limita somente aos familiares de dependentes químicos.

Com uma baixa autoestima, o codependente desconhece os seus sentimentos e vive em função dos outros a quem quer controlar, num “jogo” onde o poder de dominar é a essência. Ele age assim não para buscar uma solução para o outro, mas para si mesmo como uma recompensa. Um sacrifício que será cobrado depois como se o outro tivesse a obrigação de retribuir da mesma maneira. Tudo isso para buscar reconhecimento e compensar a falta de amor próprio.

O codependente tem muito medo de ficar sozinho, da rejeição, do abandono e lança mão de tudo, de uma maneira distorcida e inadequada para que isso não aconteça. Ele acredita ser responsável pela felicidade e necessidade dos outros. Por isso, vive uma vida de ilusão, sofrimento, ansiedade e angústia.

Nada está bom para ele e por mais que conquiste, sempre tem a sensação de vazio, de que está faltando algo em sua vida. Essa falta é uma das características de uma vida de extremos. Ora, é o grande salvador, disposto a resolver os problemas dos outros, a ajudar, e como carece de limites, invadindo constantemente o outro com suas orientações e conselhos que, na verdade, passam a ser imposições. Ora, é a grande vítima quando as coisas não saem como gostaria.

Fruto de uma família disfuncional, o codependente carrega consigo sentimentos de culpa, medo, insegurança, raiva, frustração, vergonha e desenvolve comportamentos compulsivos em relação ao sexo, a alimentação, ao trabalho, ao dinheiro (fazendo gastos excessivos), ao álcool ou outras drogas em uma tentativa de controlar os seus sentimentos interiores. Tudo em vão.

O codependente terá sua vida de mais qualidade, quando admitir o sofrimento que a doença provoca. Falar em “cura” para codependência como se fosse tomar uma pílula e a vida mudar sem nenhuma interferência da própria pessoa, não existe.

“Curar” em codependência significa reconhecer, admitir e aceitar a doença para compreender que só se pode controlar a própria vida. Somente assim, o codependente poderá alcançar, enfim, o equilíbrio físico, emocional e espiritual, a autoestima e o amor.

 

Notícias relacionadas

O que não sabemos pode nos ferir

Por Ma Prem ZakiAs palavras não podem transmitir de modo preciso a angústia ou a dor que uma pessoa está experienciando. Nossas informações sobre conduta moral ou formas adequadas de comportamentos e escolhas não chegam, nem de perto, da forma certa de que um ser humano deve agir. Pois, a história d...

Continue
Top