Saiba quais os aplicativos que mais gastam bateria no seu celular!

A cada ano que passa nos tornamos mais dependente dos nossos smartphones e haja bateria para aguentar esse uso intenso de todos os dias, né?! O que você talvez não saiba é que um dos maiores responsáveis pelo descarregamento rápido são os aplicativos que ficam aberto em segundo plano, ou seja, você pode não estar usando, mas eles seguem sendo executados.

Existem dezenas de milhares de aplicativos disponíveis para download, mas vamos ao que interessa: quais os apps que mais gastam bateria no celular?

Se liga nesse top 10:

1# Facebook

2# Spotify

3# Amazon Kindle

4# Instagram

5# Snapchat

6# Netflix

7# Kik (Aplicativo de mensagens instantâneas)

8# WhatsApp

9# WeChat

10# The Wheather Channel

Fonte: Capricho

Então, que tal fazer um esforcinho e encerrar a atividade do app toda vez que você não for usá-lo mais? A sua bateria agradece!

Como fazer senhas mais seguras?

Sabemos que o mundo digital, muitas vezes, é extremamente vulnerável e, como ele guarda diversas informações pessoais, não podemos correr o risco dos ataques dos hackers, não é? Dessa maneira, a Acesso trouxe algumas dicas para você fazer uma senha forte e fácil de lembrar.

1. São 6 ou 8 caracteres? Use todos os espaços!

Senha simples não é uma opção quando procuramos segurança, existe um banco de dados de senhas comuns que os hackers adoram dar uma olhadinha. Para opções bem-sucedidas, procure mesclar números, letras e símbolos.

Por exemplo, se você decidiu colocar a frase “Eugostodesorvete123”, transforme para uma senha que não tenha uma sequência lógica mas siga a mesma ideia “3ug0st0D3s0rv3t3123”.

2. Sempre escolha senhas mais longas

Uma dica? Evite palavras comuns, os hackers possuem algoritmos para descobrir com maior facilidade essas palavras individuais no meio da senha.

Talvez, uma frase completa para memorizar seja inviável, mas procure resumi-la em algumas letras. Digamos que você, com a mesma ideia do anterior, gosta muito de sorvete e decide colocar a senha com a seguinte frase “Eu gostei do sorvete feito pela minha mãe em 2018”, troque para as primeiras letras da frase e adicione o número, ficando: EGSFMM2018.

3. Não vacile, procure proteções extras!

Alguns aplicativos e sites te dão a possibilidade de realizar a autenticação de dois fatores (2FA), um método que procura uma forma adicional de identificação para acessar a conta, como um número de telefone ou digital. Sempre que puder, acione esta opção!

Essas foram algumas dicas que trouxemos para você navegar com segurança nas redes sem deixar os seus dados vulneráveis. Por último, mas não menos importante, garanta a instalação de um antivírus de qualidade em seus dispositivos. A Acesso tem uma parceria com o Living Safe + McAfee, para uma conexão sem dores de cabeça!

Fonte: Olhar Digital

Dezembro Laranja: a sua pele precisa de proteção!

Em homenagem ao Dezembro Laranja, a Acesso trouxe algumas informações para você entender melhor e saber como prevenir o Câncer de Pele. Esta doença é causada pela exposição excessiva ao sol, atingindo, principalmente, pessoas com mais de 40 anos e sendo uma das mais frequentes no Brasil e no mundo. 

Os tipos de Câncer de Pele 

O Câncer de Pele Melanoma tem origem nas células produtoras da melanina, substância que determina a cor da pele, e é mais frequente em adultos brancos. Este é o tipo mais grave devido à sua alta possibilidade de disseminar para outros órgãos.

Como muitos já sabem, eles podem aparecer em qualquer parte do corpo, na pele ou mucosas, na forma de manchas, pintas ou sinais. Em pessoas de pele negra, é mais comum nas áreas claras, como palmas das mãos e plantas dos pés.

O Câncer de Pele não Melanoma, apesar da sua chance de cura quando detectado precocemente, é o mais frequente no Brasil, responsável por 30% de todos os casos de tumores malignos. 

Como identificar 

O Câncer de Pele se desenvolve, principalmente, nas áreas do corpo que são mais expostas ao sol, como rosto, pescoço e orelhas, podendo até destruí-las. Os principais sintomas são: 

  1. Manchas que coçam, descamativas ou que sangram.
  2. Sinais ou pintas que mudam de tamanho, forma ou cor.
  3. Feridas que não cicatrizam em 4 semanas.

Como prevenir 

A recomendação para a prevenção é evitar a exposição ao sol nos horários em que os raios solares são mais intensos, ou seja, entre 10h e 16h. Além disso, é importante utilizar óculos de sol e roupas com proteção UV, chapéus de abas largas, sombrinhas e guarda-sol. 

Existem recomendações especiais para bebês e crianças, por ser, a infância, o período mais suscetível aos efeitos danosos da radiação UV, manifestando-se tardiamente na fase adulta. 

Atenção: O filtro solar e protetor labial devem ser aplicados corretamente com frequência durante o dia. 

Gostou? Compartilhe com quem você ama e introduza estas alternativas em seu dia a dia, independente da intensidade do sol ou época do ano. 

Não tem como não se proteger. A Acesso está junto com você nesta luta! #DezembroLaranja 

Fonte: Ministério da Saúde 

Você sabe o que pode atrapalhar o sinal do seu wi-fi?

Para garantir um bom sinal de wi-fi não basta instalar o roteador da forma correta, é necessário posicioná-lo em um lugar favorável de acordo com a estrutura do ambiente. Dependendo dos objetos próximos à ele, a conexão pode oscilar bastante. Dessa maneira, trouxemos alguns pontos para você ficar de olho e não cair nessa cilada.

1. Cabos desprotegidos: Você já observou os conectores do modem? Se estiverem danificados, podem gerar interferência por radiofrequência, atrapalhando a propagação de ondas da sua internet.

2. Espelhos: Certifique-se que não há espelhos de frente para o roteador, pois eles podem gerar o efeito “bate-e-volta”, impedindo a propagação correta da conexão.

3. Água: Os locais que acumulam uma grande quantidade de água são os vilões para a estabilidade do seu sinal, já que, assim como os espelhos, são ótimos refletores. Por isso, evite colocar o seu roteador próximo de aquários, por exemplo.

4. Paredes: As paredes já são conhecidas como um grande obstáculo para a sua internet, mas é importante salientar que alguns materiais geram mais interferência do que outros, por exemplo, paredes de tijolos são menos densas na absorção da radiofrequência comparadas às paredes de concreto ou gesso.

5. Microondas e dispositivos sem fio: Muitos equipamentos, como microondas, dispositivos sem fio e telas LCD, operam na mesma frequência utilizada pela rede wi-fi (2,4 GHz). Dessa maneira, opte por modelos mais novos de roteadores dual-band, que possuem duas frequências disponíveis, e utilize a faixa 5GHz.

Interessante, não é? Esses são alguns pontos que podem interferir na sua conexão dentro de casa, então fique atento e solucione de forma muita mais prática esse problema.

Com a Acesso, você se conecta com o mundo!


Ataques a roteadores

No último ano, foi constatado mais de 4 milhões de sequestros de DNS, um banco de dados que traduz nomes de host para endereços únicos de Internet Protocol. Isso ocorre da seguinte maneira: quando uma pessoa visita um site comprometido, o hacker consegue explorar e infectar o roteador WI-FI, redirecionando, a partir daí, a busca do usuário para qualquer página que ele quiser e levando-o para sites falsos ou maliciosos para realizar ataques virtuais, como roubo de dados, e lentidão na conexão.

Existem três tipos diferente de ataque ao DNS: 

1- Sequestro de DNS Local: O hacker consegue comprometer o dispositivos da vítima e altera as configurações originais do DNS local. 

2- Sequestro de DNS roteador: O hacker consegue controlar o roteador da vítima e reescrever a configuração DNS do  dispositivo, afetando todos os usuários que estão conectados àquela rede. 

3- MitM DNS Attack: O hacker consegue interceptar a comunicação entre o usuário e o servidor DNS legítimo, e alterar a resposta do servidor com um IP de destino que aponta para um site malicioso.

O que fazer para evitar isso? 

É essencial que você proteja a sua rede com um roteador seguro, configurado e atualizado corretamente, verificar periodicamente os endereços de DNS e garantir a proteção de um antivírus de qualidade. Além disso, fique atento aos sites que facilmente podem ser modificados, por exemplo: 

Globais:

paypal.com

gmail.com

uber.com

netflix.com

Serviços de hospedagens brasileiros:

hostgator.com.br

kinghost.com.br

uolhost.uol.com.br

locaweb.com.br

Bancos e instituições financeiras brasileiras:

caixa.gov.br

itau.com.br

bb.com.br

sicredi.com.br

cetelem.com.br

bancobrasil.com.br

santander.com.br

pagseguro.uol.com.br

santandernet.com.br

bancointer.com.br

bradesconetempresa.b.br

superdigital.com.br

Conheça os planos e parcerias da Acesso Telecomunicações. Seu dispositivos muito mais seguros! 

Fonte: Tecnoblog, Olhar Digital e We Live Security 

A tecnologia IPTV

Você conhece a tecnologia IPTV (Internet Protocol Television)?

Associada às Smart TVs ou conversores, ela permite distribuir programas ou conteúdos na televisão por meio de internet de acordo com listas de playlists de URL, os quais são acessados pelos dispositivos ou softwares compatíveis. Várias empresas usam essa tecnologia para transmitir programas, filmes e eventos esportivos de maneira legal a partir da cobrança de planos de assinatura, além do mais, esse mercado tem crescido muito nos últimos anos, podendo ser observado pela influência da Netflix e do Amazon Prime Video.

Essa listas, disponibilizadas para o IPTV, podem ser pagas ou gratuitas. As gratuitas, como são compartilhadas por terceiros, têm uma reprodução muito mais lenta por outras pessoas estarem compartilhando a mesma conexão. Já as pagas, não tem esse problema porque é independente do fluxo de usuários, porém, como estes se beneficiam da venda do espaço publicitário, o compartilhamento dos canais é ilegal, sendo sujeito a penalidades por direitos autorais ao responsável.

Então, fique atento! Se você contrata uma TV a cabo e decide disponibilizar para outras pessoas, isso é considerado pirataria estabelecido no contrato da sua provedora.

Quer conhecer mais sobre essa ferramenta? Entre em contato com a Acesso!

Novidade: Novo aplicativo para os nossos clientes

NOVIDADE: demos uma SUPER repaginada em nosso aplicativo para melhor atendê-los! Para adquirir, siga os seguintes passos:


➡ Vá no Play Store (no momento, ele está disponível apenas para Android);
➡ Procure por “Acesso Telecom”;
➡ Baixe;
➡ Assim que finalizar o download, inicie utilizando seu login e senha.*

Nele, você consegue verificar pagamentos e notas fiscais, diagnóstico da rede, consumo e velocidade da internet, dados do cliente, ter contato direto com a nossa Central de Atendimento e muito mais!
📱 Baixe agora o nosso app e viva experiência única de ser cliente Acesso! 📱
.
*Caso o cliente não tenha login e senha, solicitar diretamente com a nossa Central de Atendimento.

*Para os que utilizavam o aplicativo antigo, deverão excluir e baixar a nova versão.

Dicas para melhorar o sinal do seu Wi-fi

Muitas vezes, o sinal do wi-fi pode ser alterado facilmente por algumas besteiras do dia a dia que nem percebemos. Dessa maneira, decidimos trazer algumas dicas úteis para melhorar a sua cobertura, veja só:

1. Atualize seus aparelhos:

Como qualquer aparato tecnológico, os roteadores de internet estão em constante evolução e atualização. Sempre que tiver um tempinho disponível, atualize tanto o roteador quanto os softwares dos seus aparelhos, para garantir sempre mais velocidade e confiabilidade na transmissão de dados.

2. O local certo para o seu roteador é essencial:
Locais isolados, distantes dos dispositivos que utilizam aquela internet, perto de microondas ou telefones sem fio, rádio ou perto de espelhos. Esses são alguns dos locais que você deve evitar colocar o seu roteador, porque eles influenciam no seu sinal. A melhor opção é posicionar o dispositivo em lugares altos para a conexão se expandir de forma livre.

3. Proteja sua rede de ladrões de sinal:
Senha seguras são essenciais para a proteção do seu sinal. Mesmo que já exista uma senha cadastrada, ela pode ser descoberta por vizinhos ou pessoas que passam pela área em que você está localizado, utilizando a sua conexão e deixando-a mais lenta. Opte pelo padrão de segurança mais avançado, o WPA, e por senhas mais complexas, alternando números e letras.

4. Altere o canal de conexão:
Como última dica, que tal verificar o canal da sua internet? Muitas pessoas possuem conexão sem fio, e com certeza sua rede está funcionando no mesmo canal que a de outras. Para dar uma ajudinha na sua cobertura, com menos interferências, você pode fazer algo bem simples: escolher o canal que está mais livre.

Uma forma de verificar esse é pelo Wifi Analyzer, ferramenta para Android, ou Wifi Stumbler. Em ambos, você consegue analisar gráficos de canais e recomendações, e para realizar a alteração você deve entrar em contato diretamente com a provedora ou, para quem deseja se aventurar, verificar as informações no manual de instruções.

Gostou das dicas e conhece mais alguma? Conta pra gente!

Fonte: CanalTech

5 dicas para comprar na internet com segurança

As compras pela internet estão cada vez mais comuns entre todas as idades, pela facilidade e praticidade que as lojas físicas, muitas vezes, não dão. A questão é: será que é um ambiente seguro? Estamos cansados de escutar sobre os casos de fraudes de cartão ou alguma coleta indevida de dados, afastando os possíveis consumidores deste meio. Dessa maneira, a Acesso trouxe algumas dicas para tornar a sua jornada de compra mais segura. Olha só:

 1. Confira a reputação do site: 

Verifique bastante e pesquise antes de finalizar, procure comentários ou pergunte a amigos se já realizaram alguma compra naquele site.

 2. Verifique se a loja possui conexão segura: 

Uma forma de verificar a segurança da conexão, é observando se o site possui um cadeado ao lado da URL. Não coloque suas informações em sites que não têm esse ícone.

3. Confira os dados da empresa: 

Normalmente, os sites possuem um local com as informações do CNPJ da empresa, caso não, você pode solicitar. Observando a veracidade desses dados, é mais uma maneira de saber se aquela loja realmente existe.

4. Não revele a senha do cartão de crédito: 

Cuidado! Não é comum solicitar a senha do seu cartão de crédito durante as compras, os dados solicitados são os números do cartão e o código de segurança.

5. Mantenha seu antivírus atualizado: 

Mesmo com todas as dicas acima, se o seu computador não estiver com o antivírus atualizado da forma correta, ele estará vulnerável aos golpes virtuais. A Acesso tem uma super parceria com a Living Safe + McAfee, então, é importante estar atento à esse detalhe e proteger todos os seus dispositivos!

Essas foram as nossas dicas para um mundo virtual mais seguro e compras sem dores de cabeça. O que você achou? Conta pra gente!

Malware ameaça dispositivos móveis

WannaHydra, uma nova ameaça cibernética aos dispositivos móveis. Ela foi descoberta recentemente e tem como principal público, brasileiros que utilizam plataformas bancárias do Santander, Itaú e Banco do Brasil. Encontra-se, ainda, em fase inicial e ela utiliza de sites maliciosos e lojas de aplicativos para chegar aos seus usuários.
.
Esse malware se comunica através de alertas da conta bancária, fazendo com que a vítima deposite seus dados como se tivesse entrando no app do banco. Dessa maneira, ela capta as informações e as envia para os cibercriminosos.
.
É importante que todos estejam vigilantes mas sempre com uma proteção extra de antivírus seguros, evitando também, downloads e compras em locais estranhos.
.
Está precisando proteger seus aparelhos? Conte com a Acesso + McAfee e LivingSafe!